quinta-feira, 24 de março de 2011

RESENHAS

A medida que for lembrando vou postando...


Resenhas:

1)  Fomos avisados que em Marrocos todos querem se dar bem! sempre em negociação eles querem se dar bem (ex. algo custa 10 eles informam um preço 10 vezes maior) fiquei até apreensiva...resultado:  Luis conseguiu ganhar todas as negociações. O cara dizia -180.000 DH , Luis: não! caro!o cara perguntava: quanto? Luis dizia - 50.000 DH  e saía e o cara ia atrás baixando  o preço ou o cara se aborrecia com ele , mas Luís não se dobrava... e os árabes é que ficavam zangados com ele ou baixavam o preço... rs

2) Luis sempre se comunicando em português e todos entendem, quando nós vamos falar ninguém entende. Já é de praxe: em Marrocos, em Paris, em Roma, nem nos preocupamos, lá está ele se comunicando tranquilamente em português...

3...No Louvre: Sol chamando a Vênus de Milo de David de Michelângelo...

4) Em Praga: Alguém (Pri)  cumprimenta um rapaz:Hi!!!! ele responde todo alegre(Hiii!!!) e a namorada fica  brava rsrsrsrsr (Pri pensou que aquele rapaz loiro de moicano fosse o garçon rs)

5) Em Marrocos em todos os lugares que negociávamos Luis ( eu olhava o que queria e chamava ele)  sempre foi chamado de Bérber ou Espanhol.  Sentimos uma certa rejeição aos espanhóis rs

6) No último dia quando fomos para o aeroporto Luis conseguiu baixar o preço do táxi, bastante. O cara foi o tempo todo com a cara fechada e a gente conversando na Van. Quando chegamos ao aeroporto o motorista que só falava Árabe, disse: Espanhóis blá, blá, blá blá blá (não parava mais de falar bla bla etc (entendemos que a gente falava demais,mais uma vez confundidos com espanhóis!) .

7) Conhecemos um Árabe em Praga: falou mal do povo de praga ( que era morto) falou do Brasil (quando se fala de Brasil Sol fica toda , toda é a única patriota do grupo! ) só que ele criticou as mulheres brasileiras porque exibem seus corpos (como disse ele). Luis pediu um café americano, ele: não! vou lhe dar um  legítimo árabe. Quando veio aquele café enrome cheio de canela, Luis : nem pensar, eu tive que tomar o tal café! (humm... não gostei!)

8) Alguém confundiu um árabe que vinha no trem com um homem-bomba!! rs ( e isto foi verdade... né Sol?)

9) Minhas resenhas  são de: cadê minha máquina? (a máquina na mão!) ou perder coisas: normal! Acabei recebendo a alcunha de Sol (pinto no lixo) quando chegamos ao Atlas e vi a neve, fiquei que nem pinto no lixo, rs

10)  Um cara se apaixona por SOL no avião!! foi amor à primeira vista: mas Sol nem bola deu ... ele era boliviano e desceu na conxeão em Sampa..

11) e no avião: horror de cheiros : sabe queijo gorgonzola podre. Tivemos que amarrar um pano no nariz: bem vindos à terrinha!

12) E,  no ônibus em Roma: tentávamos validar o bilhete do ônibus mas a máquina estava quebrada. Uma  brasileira  se manifesta e diz: não precisa validar não! eu só ando de graça aqui (ele mora lá há 8 meses, inclusive contou toda sua vida em 5 minutos - "casou"  com um italiano que sustenta o filho aqui no Brasil, ela já veio aqui  e levou dois sobrinhos, ela estava brigada com o marido  etc etc) enfim, disse que a multa era de 100 euros, já tinha sido pega duas vezes sem pagar a passagem,  mas não pagou e continuava andando sem validar! eu perguntei: você nào tem medo de ser expulsa do país? ele desconversou...



Reações:

3 comentários:

  1. Menina, mas não tem jeito: uma das melhores coisas de viagens são as resenhas, viu!! E já ri muito aqui com as suas!!rsrsrs
    E essa resenha do mau cheiro no avião, foi cia. aérea brasileirinha??? Vixe...

    ResponderExcluir
  2. kkkk Fau foi sim! nossa queridissima TAM! mas a culpa , claro, foi da galerinha que viajava, por sinal, desconfiamos ( Luis estava certo) que eram uns Judeus (amo Judeus, parã alguém achar que é preconceito) Mas era uma enorme família e os rapazes parece que não eram chegado a lavar os pés hehehe bjs

    ResponderExcluir

Amigo: Se você achou o BLOG útil, se quiser mandar um alô ou informar algo, agradeço seu comentário: