segunda-feira, 6 de abril de 2009

02/04/2009 -Segundo dıa em Parıs

Eu no alto do Centro Pompadou e Luis de "francês". Faltou o cachorro!


Paris 02/04

Hoje o dia está mais lindo impossível. O sol brilha e a temperatura alcançou uma média de14 a 15 graus .O café no hotel custa 10 euros por pessoa, resolvemos então comprar croissant , brioche (não tinha comido antes, é um bolinho meio sem graça) e uma espécie de brawnie de amêndoa, sentamos num café e pedimos chocolate e café (achamos q o dono não gostou muito), gastamos 11 euros para os dois (no hotel seria 20 euros).
Mais um vez sentimos a solidariedade dos franceses: enquanto tentávamos descobrir qual o metrô o Sr. Saiu do seu caminho nos levou em uma lugar que tina um mapa e nos mostrou.
Fomos para o Centro de Cultura George Pompadou. Amamos, Prédio moderno com um estrutura toda transparente você paga 16 euros para ver a exposição e 3 euros para visitar o prédio e ver a cidade da cobertura . Dá pra ver Montmartre é muito linda a vista.

Depois fomos para Montmartre.Chegamos à estação que ficava um pouco longe da Igreja de Sacre couer, para onde queríamos ir. Foi ótimo! Andamos todo o bairro de Montmartre: lindíssimo, agradável, com suas ladeiras, `verde, restaurantes charmosos, arquitetura perfeita enfim, perfeito. O Cemitério fica abaixo do bairro e é atravessado por um viaduto, é tão bonito que tirei fotos. Fomos a Sacre Cour e amamos o lugar, cheio de jovens turistas (aliás, Paris está cheia de jovens , aparentemente provenientes da Europa e Estados Unidos) tomando sol na grama. Encontramos um brasileiro que se ofereceu para tirar uma foto nossa. Achei a igreja comum por dentro (depois da Itália é difícil encontrar um igreja que desperte mais atenção). Mas por fora chama a atenção. Optamos por voltar andando novamente, como já eram umas 15:30 almoçamos lá mesmo em Montmartre: Pedimos o prato do dia .Eu pedi completo: (salada de folhas com língua: delícia!; carneiro grelhado com polenta, morangos com creme de pistache, delícia também)Luis ficou as duas primeiras e odiou a polenta, falou o tempo todo mal da comida)total:
Na volta fomos à opera tentar comprar ingressos, (soubemos que vendem mais baratos após às 16 horas) não conseguimos. Visitamos então o prédio da Ópera Nacional (Palace Ópera)e fomos s galerias Lafayette. Um prédio maravilhoso onde vendem as maiores marcas do mundo. Comprei 3 Lápis de olho da MAC, saí de lá rapidinho por compreender que aquilo não é pra mim!
Fomos para Montparnasse e tomamos um café e um chocolate, compramos frutas, uma baguete (tirei foto de Luis com a baguete ele estava parecendo um Francês, faltava apenas o cachorro! Rsrsr).



Moda em Paris:
Apesar de saber que Paris e Itália ditam a moda no mundo, mas, prá meu particular gosto moda mesmo é no Brasil. Nos bairros mais chiques, principalmente ,vi mulheres deslumbrantes em suas roupas de frio, mas no geral as francesas andam muito simples os casascos é que dão o toque de glamour. Com o tempo quente haja mini-saias, shorts prá todos os lados. Vi até gente de biquine. Entre os jovens o lenço palestino dita a moda,mesmo!

Bênçãos em Paris: Passei o maior susto pois pensei que tinha deixado meu remédio para tiróide no Brasil, mas nosso Paizinho não deixou, pedi tanto a Ele que não me deixasse esquecer de nada, e assim foi.
Segunda: Luis esqueceu a carteira no café, só percebemos quando já estávamos no hotel e quando retornou estava com um cliente que devolveu sem tirar nada e com todos o documentos. Mais uma benção para agradecer ao nosso Paizinho do céu. Glória a Deus!
Resumo do Dia:
Centro Cultural George Pompadou
Montmartre
Palace Ópera
Galerias Lafayete

Um comentário:

  1. Ivaneide e Luis praticamente dois franceses.

    ResponderExcluir

Amigo: Se você achou o BLOG útil, se quiser mandar um alô ou informar algo, agradeço seu comentário: