quarta-feira, 15 de abril de 2009

12/04- 7o. dia na Turquia -Kusadasi – Ephesus (Éfeso)

















Apesar do sol a água é bem fria: só Rafa!!
































Chegamos à Kusadasi às 20 h. Tudo deserto perto da estação de buses. Pegamos um táxi rumo ao hotel que ficava perto da orla. Pois é, chegamos ao mar Egeu!. A cidade é linda(chamada de cidade resort). A água do mar é linda, agora as praias de uma areia muito estranha: muito escura. Foi a cidade mais ocidental da Turquia, quase não vimos mulçumanas (é através das mulheres que medimos a quantidade de mulçumanos pois nos homens nada muda) Não ouvimos o Ezen na hora do Ramadan, etc (depois explico o que é isso). Enfim, decidimos não comprar tour, e fizemos bem.
Éfeso , cidade ioniana, grega, passou pelo domínio de vários povos como persas, egípcios ,sírios e 190 AC foi dominada pelos romanos , fundada há aproximadamente 2000 AC, capital da região da Anatólia, cuja deusa era Artemisa. O Apóstolo Paulo pregou o evangelho lá por seis anos, inclusive quando de sua prisão em Roma escreveu Carta aos Efésios. Conforme, o guia Arqueológico Maria, mãe de Jesus e João ( o apóstolo amado) viveram aqui em Éfeso.
Em Éfeso o Apóstolo Paulo teve vários problemas pois as pessoas eram muito idólatras e adoravam Diana (Artemisa). Paulo advertia que aquilo era errado e o pessoal queria pegá-lo de qualquer jeito. Leia Atos do Apóstolos (Novo Testamento) capítulo 18, a partir do verso 18. Ë muito emocionante ficar imaginando Paulo andando por esta cidade, os lugares que ia: nossa que honra pisar no lugar que o grande servo de Deus pisou!
Éfeso é um parque arqueológico nos arredores de kusadasi (19 KM). Tentaram nos vender um pacote de 90 liras por pessoa, gastamos para três 94 liras,( Nosso Pai têm nos ajudado e tudo tem dado muito certo). Esses momentos de pesquisa são um pouco estressantes pois as pessoas não falam inglês e temos que obter as informações básicas para chegar até aonde queremos chegar. Enfim, sempre conseguimos descobrir: as pessoas na Turquia são simples, atenciosas, pacientes, alegres, amáveis, de verdade e o melhor: VIOLÊNCIA ZERO... prá que melhor, não?.
O Sitio arqueológico não é tão grande, talvez 1 KM , eles dizem que são dois . Compramos um livro em português (sempre que encontramos um livro-guia do local em Português, compramos) e fomos nos guiando, além de ler as placas em inglês. Fácil!
Para voltar, andamos um pouco (uns 2 KM ) até a estrada e ficamos num ponto de ônibus ( de ½ em ½ hora passa ônibus para Kusadasi). Fomos para a Praia: Ladies Beach . A praia possui uma orla cheia de hotéis, bares e restaurantes. Comemos peixe frito como tira-gosto. Ficamos até a noite , nestas cidades nunca têm transporte saindo do mesmo dia. Dormimos lá em Kusadasi, hotel Panorama (em frente ao mar).
Islamismo:
Turquia é o pais mulçumano mais ocidentalizado.
Quase 100% das pessoas se declaram mulçumanas (em 11.000.000, 68.000 se dizem Cristãos- dado de 2005)
Aparentemente o Islamismo aqui não é rígido, vimos costumes bem ocidentais. Mulheres com vestidos bem colados e finos, mas de rosto coberto. Outras somente cobrindo o cabelo com o rosto descoberto.
O sentimento é que parece um pouco com o catolicismo no Brasil: muitos se dizem católicos mas poucos praticam
Convivemos no hotel com algumas mulçumanas.As vezes usavam véu para sair,outras vezes não. Colocavam músicas e dançavam, cantavam, e usavam muita internet= muito alegres. As mulheres em sua grande maioria ficam durante o dia nas portas das casas sentadas conversando ( no interior, que nem no interior da Bahia).
Ramadan
a. Hora em que é realizado o EZAN= uma espécie de canto ( parece um mantra) O objetivo é chamar as pessoas para fazerem preces para Alah. Acontece 5 vezes durante o dia. Começa por volta das 5 da matina: é uma barulheira pois as mesquitas todas tem vários auto-falantes virados para fora. No interior vimos pessoas (mulheres bem velhinhas pararem e pareciam rezando ou orando. Mas a maioria segue seu caminho. As mulçumanas do hotel , p/ex., durante o Ramadan ,riam outra se maquiavam e outras dançavam. Procurei observar detalhes porque é tudo muito novo e queria entender como funciona: são só impressões.
Em Kusadasi foi o local em que vimos menos mesquitas (nas outras cidades você sempre via muitas torres: todas tem duas ou uma torre enorme. Caminhamos o dia inteiro em Kusadasi e não vimos nem uma, e pela primeira vez não ouvimos o ramadan. Claro que devem existir mesquitas, mas em menor número.
Curioso é que eles não bebem, mas fumam, fumam e fumam. Pior que no resto da Europa.

2 comentários:

  1. Neide, quarta-feira comemorei o aniversário de Maria Antônia e minhas sobrinhas lindas compareceram. Fiquei muito FELIZ!!! Elas levaram D. Ivete... Foi tudo LINDO. Sexta D. Ivete fez um culto em comemoração aos 70 anos completados. Não pude ir, pois Maria Antônia estava dodoi, mas Passos foi e ela amou... Continuo seguindo seus PASSOS... Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,
    Já fiquei sabendo, fico feliz. pena que não deu para participar do niver de minha linda sobrinha.Amei Passo ter ido ao aniver de mae. Bjs. Tá gostando? tô chegando

    ResponderExcluir

Amigo: Se você achou o BLOG útil, se quiser mandar um alô ou informar algo, agradeço seu comentário: