quinta-feira, 10 de abril de 2008

Roma!

ROMA – 07-04

A primeira impressão não foi boa. Estação meio abandonada, suja, velha. Em comparação com as outras. Mas quando se entra na Estação Termini essa impressão se desfaz, é muito grande e bonita.

Quando chegamos nos perguntamos o que fazer? Como achar o hotel? Primeiro compramos o bilhete de metrô. Dai fomos procurar informações turísticas. Depois de descer e subir muitos degraus, achamos.Uma mulher tão arrogante nos atendeu nos interrompeu o espanhol e perguntou se eu falava inglês. Fiquei tão intimidada que não consegui falar mais nem o português! Mas enfim nos informou que era o ônibus 38 (perdemos o ticket do metro) e que teríamos que descer na 11 parada da avenida do corso. Não entendi onde pegar o ônibus mas não voltei para perguntar pois estava tão estressada, cansada e intimidada. Enfim conseguimos achar a estação central termini de Roma e pegamos o 38. Uma imigrante (parecia da América do Sul, nos ajudou). O hotel fica numa rua transversal chamada Gradiza, o bairro não é longe do centro mas não é centro, é residencial, meio deserto mas muito agradável.
O hotel é maravilhoso!: tem tudo de moderno que um Mercure tem no Brasil tem ate Banheira a qual muito tenho usado! (bem novinha) Não tem café ( mas proximo tem um Bar (espécie de padaria, lanchonete restaurante etc) que tomamos o café da manha: yogurt, sandwich quente, cappuccino, espresso, brioches, água de 1 litro tudo para 2 por 9 euros! No hotel sairia 13 por pessoa. (sem a água). Acho que o nome è Bial. Chamam de BAR e tem uma placa Gastronomia. Neste lugar convive-se com os nativos (falando alto e tudo) ai foi que vimos que em Roma se come verduras pois os restaurantes turísticos só têm salada, não vimos verduras como neste.

Visitas do dia:
1. Coliseu: dispensa comentários é fantástico mesmo! 11 euros por pessoa.
2. Palatino: É um enorme sitio arqueológico dentro de Roma. O local era morada da elite aristocrática e autoridades da Roma antiga. Vimos casas de famosos como Augusto (a casa não mede metros, mede km é uma imensidão!) foro de Roma, diversas ruínas de monumentos, jardins, igrejas, torres, diversas coluns, anfiteatros , enfim é algo inacreditável. Uma cidade dentro do centro de Roma.
3. Visitamos o maior monumento do mundo: o Vitorrino (encontra-se o monumento ao soldado desconhecido) é lindo. Data da época que Roma foi unificada (não é Roma antiga), mas é estilo romano algo imenso. Tem uma torre que pagamos 7 euros por pessoa para subir. E lá se vê toda a Roma antiga. Muito lindo mesmo.
4. Neste mesmo dia vimos (mas não entramos) Pantehon, praça Navona,
5. Praça de Campidoglio, desenhada por Michelangelo - dois leões guardando a entrada e 3 palácios no entorno)

Chegamos no hotel 10:30 e foi um estresse. Luis quis ir por outro caminho (avenida Navona) porque o onibus (82) saia da praça Venezia (a mais central) só que não sabíamos ao certo onde descer e o caminho para o hotel por essa avenida temos que andar por dentro do bairro por algumas ruas. Ai que medo! Tudo deserto e eu fiquei nervosa pois não achávamos o hotel. Mas no final achamos e deu tudo certo, enfim!

ROMA - 08-04

Acordamos tarde (cansaço do dia anterior) 9 horas. Fomos ao Vaticano. Meu Pai! Que grandiosidade. Chega assusta. Visitamos:

Piazza San Pietro
Basílica San Pietro
Cúpula de San Pietro
Pantenhon desta vez por dentro
Igreja De San Luigi de Francesi (esta igreja tem afrescos de Cravaggio é muito fmosa e visitada, como quase todas as igrejas parece um Museo)

A praça São Pedro foi um projeto de Michelangelo (com outros) o marco central foi trazido pelo Imperador Calígula (Roma Antiga) e foi mantido lá. A igreja tem a cúpula de Michelangelo e La Pietá uma das mais importantes obras de Michelangelo (única que ele assinou) E a maior igreja do mundo. Impressionante mesmo! Fico pensando se o fato de Jesus (que deveria se a figura mais importante do Cristianismo) ter nascido em uma manjedoura (lugar dos animais dormirem) não tem significado para as pessoas que inventaram o catolicismo! Meu Pai que grandiosidade a igreja de São Pedro. Não tem palavras que exprimam!!
Pagamos 5 euros por pessoa para subir a cúpula. A partir de um certo momento da subida a escada só cabe uma pessoa. São 330 degraus, lembrou-me a casa de meu irmão em lençóis (as escadas que so cabem um). De lá de cima tem-se a vista de todo o Vaticano. É lindo. Os prédios, os jardins. E tudo hiper, mega ultra grandioso!!
Neste dia Choveu, choveu choveu..... Mas sobrevivemos

Visao geral ate agora.
Roma é maravilhosa. A cada esquina um monumento, uma sitio arqueológico, em plena cidade. Tudo se mistura: antiguidade, modernidade e atualidade. E Historia pura. Fantástico. E uma grande capital com todo seu estresse, mas não dá pra não se encantar.
Desculpem-me a forma de escrita. Não e a melhor. A internet e caríssima, como já falei (24 reais por hora), não da pra demorar muito tenho que escrever correndo. Desculpem os erros. Gostaria de contar mais coisas, mas não dá.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Amigo: Se você achou o BLOG útil, se quiser mandar um alô ou informar algo, agradeço seu comentário: